Lugares

Os refúgios de Mr. Coppola

Além de realizador de cinema consagrado, Francis Ford Coppola é também um mestre na arte de bem receber. Tem um conjunto de cinco hotéis e resorts em cenários exóticos e paradisíacos onde cada visitante pode escrever a sua própria história.

20 de outubro de 2019 | Carolina Carvalho

Não há história do cinema ou lista de clássicos incontornáveis da sétima arte que não inclua o nome de Francis Ford Coppola. Nasceu a 7 de abril de 1939, em Detroit, Estados Unidos, mas as suas raízes remontam a Itália, de onde os seus avós paternos imigraram. Frequentou o programa de cinema da UCLA e começou a escrever o seu nome na indústria cinematográfica na década de 1960. Embora a sua carreira tenha começado como realizador, foi no papel de argumentista que se destacou primeiro a nível internacional quando ganhou o Óscar pelo filme Patton (1970). Em 1972 chegou o início da saga que o viria a consagrar como um dos mestres do cinema: O Padrinho, que lhe valeu a primeira nomeação ao Óscar para melhor realizador, embora tenha ganho na categoria de melhor filme. O reconhecimento continuou com o sucesso de Apocalypse Now (1979) e, mais tarde, dedicou-se à produção das aventuras cinematográficas da filha, a realizadora Sofia Coppola. A carreira de Francis Ford Coppola dispensa apresentações, recheada de distinções onde se contam cinco Óscares da Academia e duas Palmas de Ouro, do Festival de Cannes, e coroada pelo respeito do público e da crítica. No entanto os negócios e interesses do realizador divergem também para outras áreas e podemos mesmo dizer-lhe que, além de uma vinha na Califórnia, tem tantos hotéis quanto óscares (www.coppolaresorts.com). Convidamo-lo a fazer uma visita guiada pelos paraísos escondidos de Francis Ford Coppola.

Blancaneaux Lodge, Belize

Quando abriu ao público em 1993 já o Blancaneaux Lodge contava com cerca uma década de histórias como retiro de férias da família Coppola. Foi no final da década de 1980 que Francis Ford Coppola descobriu Belize, tal como o Blancaneaux Lodge abandonado, e adquiriu-o. Hoje este resort de luxo localizado noroeste da reserva florestal da Montanha Pine Ridge, conta com 20 quartos entre villas, cabanas familiares e cottages. Um pequeno estado na América Central banhado pelo Mar das Caraíbas, Belize é um paraíso natural enriquecido ainda pelos monumentos da cultura Maia. Por tudo isto as actividades deste resort incluem caminhadas (de dia e ao luar), montar a cavalo, ciclismo pela montanha e natação ou, para quem preferir mergulhar na natureza e cultura locais, há ainda tours, exploração de grutas, observação de pássaros e workshops. Estadias a partir de cerca de €261.www.coppolaresorts.com/blancaneaux

Blancaneaux Lodge
Blancaneaux Lodge
A carregar o vídeo ...

Turtle Inn, Belize

A Natureza pregou uma partida a este espaço e ele renasceu ainda melhor. Parecia que o furacão Iris tinha arrastado para o mar toda a ideia de refúgio paradisíaco, perto da Lagoa Placencia, que levou Francis e Eleanor Coppola a comprarem este espaço em 2001. No entanto, em apenas dois anos, o Turtle Inn ergueu-se como um hotel de luxo com 25 quartos em villas e cottages que se deixam invadir pelos ventos que sopram do mar. No verão, a estadia no hotel pode ser feita através de diferentes pacotes com temáticas que exploram o que a localização tem de melhor, como mergulhar no Mar das Caraíbas (onde está a Grande Barreira de Coral de Belize, património mundial da UNESCO), viver em família a exploração da montanha ou o descanso na praia ou ainda aproveitar o cenário paradisíaco numa romântica lua-de-mel. Quem preferir ficar por "casa" é importante referir que há ainda dois restaurantes, duas piscinas e um spa para desfrutar. Os preços por noite começam nos cerca de €317. www.coppolaresorts.com/turtleinn

Turtle Inn
Turtle Inn
A carregar o vídeo ...

La Lancha, Guatemala

Escondido no coração da Guatemala, na América Central, este pitoresco espaço está mergulhado entre o exotismo da Natureza e da cultura Maia. La Lancha espreita entre a vegetação acima das margens do Lago Petén Itzá. Dentro de portas respeita-se a cultura artesanal com tecidos e esculturas locais e mobílias vindas de Bali a adornar os 10 quartos. A proximidade do epicentro da cultura Maia convidam a excursões para conhecer melhor os testemunhos deixados por este povo. Há ainda dois tours, um ao Lago Peten Itza e Flores e outro a Ixpanpajul Skyway de barco. Mas actividades não se esgotam na exploração do terreno, é também possível nadar, fazer canoagem ou ter aulas de espanhol. Este é também um bom sítio para simplesmente parar e respirar, já que, além de uma paisagem onde a Natureza brilha em todo o seu esplendor, se crê que nas ruinas do Tikal está o epicentro da espiritualidade Maia. Em La Lancha o alojamento é a partir de cerca de €130, dependendo da altura do ano. www.coppolaresorts.com/lalancha

La Lancha
La Lancha
A carregar o vídeo ...

Palazzo Margherita, Itália

Na região de Basilicata, no sul de Itália, o este palácio do século XVIII ganhou uma segunda vida como boutique hotel. No interior a decoração ficou a cargo do próprio Coppola e do designer francês Jacques Grange. No chão espalham-se mosaicos em padrões coloridos ou os originais mármores restaurados. Pelas paredes e tetos trepam frescos pintados à mão com temas de inspiração marroquina e barroca. O realizador quis tornar este espaço um refúgio familiar e convidou todos os membros da família a contribuir com ideias. E como não podia faltar a referência cinematográfica o salão, inspirado no realizador Luchino Visconti, torna-se uma sala de cinema à noite e há ainda uma colecção de cinema italiano à disposição dos convidados. Do lado de fora deste edifício encontra-se um misterioso jardim recheado de caminhos para descobrir e de produtos para consumir na cozinha do hotel. O Palazzo Margherita convida ainda os seus hóspedes a conhecer a zona em excursões, a ter aulas de cozinha local com os chefs do hotel ou a fazer um retiro de Yoga de 5 dias (entre os dias 17 e 22 de maio). www.coppolaresorts.com/palazzomargherita

Palazzo Margherita
Palazzo Margherita

Be Jardín Escondido by Coppola, Argentina

Foi neste espaço, em Buenos Aires, que Coppola ficou hospedado enquanto realizava o filme Tetro (2009). A sua ligação a este espaço tornou-se de tal forma forte que decidiu, em parceria com a rede Bourbon, torná-lo num hotel a partilhar com convidados de todo o mundo. Enraizado no enérgico Palermo Soho, este hotel é um bom ponto de partida para descobrir um bairro de espírito artístico ideal para passear à procura de lojas, bares e restaurantes, ao ritmo do Tango. O Be Jardín Escondido by Coppola tem sete suites e cada uma guarda uma história. Quatro delas com nomes de membros da família Coppola (Francis, Ellie, Roman e Sofia) e as outras duas em homenagem a escritores (Bolaño e Cortazar) e ainda o Studio Nieta. Conta ainda com biblioteca, videoteca, um simpático terraço e, no exterior, com uma piscina, área de churrasqueira e um esplendoroso jardim. Com estadias a partir de cerca de €198 por noite.

Saiba mais Francis Ford Coppola, Hotéis, Resorts
Relacionadas
Mais Lidas
Lugares E depois do adeus?

O Bica do Sapato fechou e, com o desaparecer desta instituição, assinala-se oficialmente o fim de uma era. A MUST relembra os tempos do antigo Pap’açorda, do Frágil do Bairro Alto e da época em que a vida era uma festa constante. Long live the eighties.

Lugares Por dentro do melhor hotel do mundo

Símbolo máximo do luxo das arábias, o La Mamounia, em Marraquexe, mantém o charme e a grandeza de sempre, como se Winston Churchill ainda por aqui andasse. O próximo passo? Mais uma ampliação.

Lugares Os melhores destinos de férias para 2020

Resort ou safari? Praia idílica ou montanha aventureira? É sempre um desafio escolher o próximo destino de férias. É por isso que adoramos listas de destinos, como a última selecção “top 10” da revista de viagens Condé Nast Traveller.

Lugares As 7 pistas de esqui mais loucas do mundo!

São as mais íngremes, alucinantes, aterradoras (e, por vezes, fatais) “rampas de lançamento” para os esquiadores mais temerários. E bem piores do que qualquer rebuscada “montanha-russa” para os inexperientes.